Arthur Calixto acumula conquistas pelo Nordeste e precisou superar medos pessoais para se firmar no esporte

Jiu-Jitsu: superação marca carreira de atleta no RN

Um dos grandes nomes do Jiu-Jitsu do Rio Grande do Norte, Arthur Calixto vem ganhando, ano a ano, mais confiança e experiência para disputar as principais competições da modalidade em um futuro próximo. Vencedor de diversos torneios pelo interior do Estado e pelo Nordeste do Brasil, o atleta encontra-se atualmente em São Paulo, onde se prepara para a disputa do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu na categoria Pluma (até 64kg).

Para chegar até a faixa roxa, seu nível atual, Arthur passou por grandes desafios. Apesar de muito elogiado pelos professores, a intenção dele não era lutar por torneios, e sim se especializar no esporte para algum dia se tornar professor e poder ensinar a outros jovens. Foram necessários seis meses de treinamento até disputar a primeira competição, contra sua vontade, diga-se de passagem. Foi um interno dentro da sua própria academia, onde acabou se tornando vencedor. Entretanto, a partir daí ele descobriu o seu maior adversário.

Com problemas de ansiedade (o que dificultou sua performance dentro do tatame), Calixto chegou a perder as lutas iniciais por cansaço (nas ocasiões, não conseguia dormir e acabara tendo seu rendimento muito afetado nos combates). Desta forma, percebeu que precisava antes vencer seu próprio ‘medo’ para depois conseguir pôr em prática o talento que tinha guardado em seu corpo. O drama foi relatado pelo próprio atleta em entrevista à Agenda Natal.

“Eu tive (e ainda tenho) muitos problemas com ansiedade. Ficava sem me alimentar antes das lutas e perdia os combates por sentir muito cansaço. Eu sabia que tinha potencial para vencer, sabia como derrotar aqueles adversários, mas infelizmente o cansaço me derrotava primeiro. A partir do momento que decidi me vencer antes de qualquer coisa, meu rendimento foi melhorando e as vitórias começaram a vir”, explicou.

Após conseguir controlar o medo, o lutador passou a entrar nas competições mais focado e determinado a vencê-las. Com grande talento, não demorou muito para os resultados favoráveis surgirem. As vitórias em diversas competições espalhadas pelos interiores do RN, na Paraíba e em Pernambuco deram à Arthur a confiança para alçar voos mais altos, como por exemplo o Brasileiro que acontecerá no final deste mês em São Paulo e onde ele já está concentrado.

“Começarei neste mês a buscar títulos longe do Nordeste também. Devido à falta de apoio, ainda não tinha conseguido sair do RN para disputar as competições, mas desta vez, com muito esforço, deu para vir até aqui e se preparar para disputar o Brasileiro que vai começar lá pelo dia 27 (de abril). Em 2015 tinha conseguido vir pra São Paulo para treinar, mas a necessidade de uma cirurgia me fez voltar pra Natal e adiou meus planos por mais um tempo”, detalhou.

Assim como exposto por Arthur, a dificuldade financeira para se deslocar até os grandes centros e disputar as principais competições do Brasil é o seu grande impasse. O atleta conta que não recebe nenhum tipo de apoio por parte do Governo para ajudar no desenvolvimento deste esporte, e toda e qualquer viagem feita por ele tem que ser fruto do seu próprio suor. Inclusive, o Jiu-Jitsu é a grande ocupação dele, que vive da modalidade.

“Infelizmente eu não tenho apoio das autoridades locais, o que acaba dificultando o processo. Quem me ajuda nessas situações financeiras é minha mãe, minha família e meus amigos. Atualmente, eu conto com dois apoiadores individuais e eles dão suporte na questão da preparação para as competições. A Flash Suplementos faz toda a parte de suplementação alimentar e o fisioterapeuta Diego Carneiro cuida do meu corpo, fazendo trabalho de prevenção e afins”, disse, completando:

“É importante frisar que durante um ano recebi um grande apoio da empresa Veras Magazine, que me ajudou bastante nesse período, sempre presente. Infelizmente ela precisou se afastar devido a motivos de força maior. Mas sou muito grato por tudo que me proporcionou enquanto fomos parceiros. ”

Mesmo tendo começado a disputar as competições, Calixto não esqueceu do seu primeiro e maior objetivo dentro do esporte: tornar-se professor. Depois de muita batalha e com o aval de seus mentores, o atleta realizou seu sonho e já possui uma equipe, denominada de ‘Projeto Tutu Calixto’. Localizada em Emaús, zona sul do Estado, conta com mais de 20 alunos, mas o número promete dobrar após ele retornar da competição em São Paulo.

Através de muita dedicação, meu professor me confiou dar início a minha equipe e poder realizar meu objetivo no esporte, que era ter meus alunos. Estou com meu projeto firme e forte. Pretendo dobrar o número de alunos no próximo mês quando voltar para Natal, pois vou abrir horários de manhã também e aí teremos ‘turmas’ em todas as faixas horárias do dia. Tudo tem saído bem e com muito esforço a garotada já têm conquistado medalhas nas competições no Estado”, revelou.

Aos leitores que se interessarem em treinar no Projeto Tutu Calixto, basta procurar pelo atleta nas redes sociais e manifestar o interesse. Vale lembrar que a academia está localizada precisamente na Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, Nº 212, Emaús (Parnamirim). O telefone para contato é o (84) 8725-8220. Para saber mais informações, basta acessar a página do projeto no Facebook, clicando aqui.

Todo o conteúdo publicado nesta seção, é de inteira responsabilidade do seu autor. A Agenda Natal não necessariamente concorda com as opiniões aqui expressas e não impede a liberdade de expressão de cada pessoa que colabora com o site.

Natal Tatoo